Tecnologia

Facebook e Instagram podem vir a ser encerrados na Europa

União Europeia exige que dados de cidadãos europeus sejam processados em servidores dentro do território.


Meta, a empresa responsável pelas redes sociais Facebook e Instagram, pode vir a encerrar as duas redes sociais na União Europeia (UE) devido a uma nova lei que exige que os dados de cidadãos europeus sejam processados em servidores dentro do território.

Atualmente, os dados em causa são processados tanto na Europa como na América do Norte, e o processamento de dados nos dois territórios acontece para efeitos de direcionamento de publicidade.

Num relatório entregue à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, o vice-presidente de Assuntos Globais da Meta, Nick Clegg, salienta que a legislação poderá obrigar a empresa a deixar de oferecer o Facebook e o Instagram aos cidadãos da União Europeia, caso não seja possível processar estes dados no continente. Caso isto aconteça, realça o executivo, a ausência do Facebook e Instagram seria prejudicial para a existência de vários negócios e empresas.

“Apesar de os legisladores estarem a trabalhar para uma solução sustentável e a longo-prazo, apelamos que os reguladores adotem uma abordagem proporcional e pragmática para minimizar a disrupção às muitas milhares de empresas que, tal como o Facebook, têm dependido destes mecanismos para em boa fé transferirem dados de uma forma segura”, afirmou Clegg, ao site CityAm.

Os comentários estão desactivados.