Internacional

Chuvas fortes no Brasil fazem pelo menos 78 mortos

Em conferência de imprensa, realizada na tarde desta quarta-feira, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que 21 pessoas foram resgatadas com vida, até ao momento.


Pelo menos 78 pessoas morreram na tarde desta terça-feira, na sequência das fortes chuvas que atingiram a cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, Brasil.

Para além das mortes, também foram contabilizados 269 deslizamentos e 325 ocorrências, de acordo com a Secretaria de Defesa Civil, citada pela CNN Brasil. Para que haja mais segurança, a prefeitura pede aos cidadãos para não saírem das suas casas.

Em conferência de imprensa, realizada esta quarta-feira, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que 21 pessoas foram resgatadas com vida, até o momento.

Foram ainda abertas zonas de apoio nas localidades consideradas de risco, para ajudar as pessoas que lá vivemn. Até agora, 372 pessoas estão desalojadas e mais 180 residentes estão a ser assistidos em escolas locais, diz ainda a Defesa Sivil. São ao todo 25 instituições escolares que se encontram a servir como pontos de ajuda. 

No local, participam nas operações 500 bombeiros e militares, distribuídos em 44 pontos, 200 polícias civis, 210 polícias militares, além do apoio de nove helicópteros e 190 veículos.

Até ao momento, na localidade conhecida como Morro da Oficina, no Alto da Serra, é estimado que 40 casas tenham sido afetadas, sendo a maioria dos resgates concentrados na região. Também há registo de estragos noutras regiões como 24 de Maio, Caxambu, Sargento Boening, Moinho Preto, Vila Felipe, Vila Militar e as ruas Uruguai, Washington Luiz e Coronel Veiga.

Os comentários estão desactivados.