Sociedade

Bastonário dos Médicos diz que medidas decididas pelo Governo são "bem-vindas"

Miguel Guimarães acredita que vem aí a “Primavera da liberdade”.


Depois de o Governo anunciar, esta quinta-feira, um alívio das restrições contra a covid-19, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, mostrou-se de acordo, referindo que Portugal está numa “fase especial” da pandemia.

“As medidas que foram tomadas hoje, obviamente, são bem-vindas porque nós estamos numa fase especial da pandemia, em que após o sucesso tremendo da vacinação nós estamos em condições de poder libertar algumas das medidas restritivas que existem”, disse o bastonário em declarações à agência Lusa.

Miguel Guimarães considerou ainda que o país deve caminhar para, no mês de março, poder ir “às últimas medidas que ainda vão permanecer”, como o uso de máscara. O bastonário refere que a utilização do equipamento de proteção individual será “a última coisa a cair”, algo que só acontecerá quando a situação “estiver completamente controlada”.

Miguel Guimarães defendeu ainda que não se deve continuar a testar em massa e que deve deixar de ser divulgada informação diária sobre a pandemia (boletim).

“Acho que a melhor forma de comunicar neste momento é dar, uma vez por semana, a informação real daquilo que está a acontecer para as pessoas perceberem a evolução da própria pandemia”, disse.

“A Direção-geral da Saúde está a fazer uma coisa que é importante para as pessoas. Se não houvesse informação era acusada de não dar informação, agora dar a informação todos os dias, neste momento, eu acho que não faz sentido nenhum e é um exagero”, considerou.

O bastonário destacou que “a gravidade do vírus caiu a pique” e acredita que vem aí a “Primavera da liberdade”.

Os comentários estão desactivados.