Internacional

Negociador ucraniano encontrado morto

Imprensa ucraniana dá conta que Kireev seria um espião russo. 


Um dos negociadores da delegação ucraniana, que participou na primeira ronda de negociações entre a Ucrânia e a Rússia, foi, este sábado, encontrado morto. 

A notícia foi dada incialmente pela imprensa ucraniana, tendo mais tarde sido confirmada pelo Ministério da Defesa daquele país. 

Numa nota oficial, a Direção-Geral de Informações do Ministério refere que Denys Kireev foi um de três elementos dos serviços de informação ucranianos morto “durante o desempenho de tarefas especiais”.

 

 

Contudo, a imprensa ucraniana dá conta que Kireev, banqueiro de profissão, seria um espião russo ao serviço do Kremlin que terá cometido um crime de traição, tendo, por esse motivp, sido assassinado pelos serviços de segurança ucranianos, durante uma tentativa de detenção à qual este terá tentado resistir. 

 

 

A imprensa ucraniana aponta ainda relações entre Kireev e os serviços secretos russos, sendo que a agência de noticias russa RIA fala em "suspeitas de traição". 

 

 

Os comentários estão desactivados.