Sociedade

Marcelo lembra Oliveira Ascensão "com gratidão, admiração e amizade"

Presidente da República, "seu antigo aluno e colega, evoca-o, com gratidão, admiração e amizade, e apresenta a sua Família os mais saudosos sentimentos".

Marcelo lembra Oliveira Ascensão "com gratidão, admiração e amizade"

Marcelo Rebelo de Sousa destacou a morte de José de Oliveira Ascensão, "que marcou sucessivas gerações de alunos da sua Escola" e evoca-o "com gratidão, admiração e amizade", diz a nota publicada este domingo em Diário da República.

O professor, que "marcou também outras escolas, nomeadamente de países irmãos de língua oficial portuguesa, em particular no Basil, em que viveu uns anos", foi ainda "discípulo dileto de Manuel Gomes da Silva, na componente idealista da sua linhagem, cultivou, no entanto, aproximações sociológicas e desempenhou funções de liderança na Escola de Origem, em todos os seus órgãos".

"Colaborou da feitura do Código Civil em vigor, assegurou, no final do século passado, e no início deste, a continuidade e evolução do Grupo de Ciências Jurídicas, passando o testemunho a António Menezes Cordeiro".

Assim, o Presidente da República, "seu antigo aluno e colega, evoca-o, com gratidão, admiração e amizade, e apresenta a sua Família os mais saudosos sentimentos"

Também a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL) informou a comunidade académica "do falecimento do Exmo. Senhor Professor José de Oliveira Ascensão, Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa".

Em nota, a faculdade recorda o percurso académico do Professor José de Oliveira Ascensão. "(...) obteve o Doutoramento, em 1962, com a tese As Relações Jurídicas Reais, destacando-se de entre a sua vastíssima obra os compêndios nos domínios da Introdução e Teoria Geral do Direito, Teoria Geral do Direito Civil, Direitos Reais, Direito das Sucessões, Direito Comercial, Direito de Autor e Direitos Conexos e Concorrência Desleal. Foi autor de mais de quatro centenas de títulos científicos, com obras publicadas em português, castelhano, francês, italiano, alemão e inglês", pode ler-se. 

Para além disso, "foi Presidente do Conselho Pedagógico e, por três vezes, Presidente do Conselho Científico da Faculdade; foi também fundador e Presidente do Gabinete de Cooperação Jurídica, desde o seu início até 1994".

José de Oliveira Ascensão foi professores de "diversas disciplinas dos cursos de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento marcando, indelevelmente, muitas gerações de juristas. Após a jubilação, em 2003, manteve a atividade letiva em Mestrados e Doutoramentos, bem como, em inúmeras pós-graduações, nas áreas do Direito Intelectual, do Direito da Bioética, entre outras", diz ainda a mesma nota. 

"A Faculdade endereça à Família as mais sentidas condolências e manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento deste insigne Mestre a quem tanto deve".

No final, a FDUL informa que o velório teve lugar hoje, dia 7 de março, a partir das 11h00 na Igreja de São Tomás de Aquino, em Lisboa, com missa no mesmo local às 12h00 e às 19h30. Na terça-feira, dia 8 de março, realiza-se missa às 11h00, seguindo o funeral para Caminha.

Os comentários estão desactivados.