Internacional

Presidente polaco avisa: uso de armas químicas pela Rússia pode levar NATO a agir

"Politicamente", o Presidente da Rússia reconheceu que "já perdeu a guerra e militarmente ele não esta a ganhar" - motivo esse que poderá levar o líder russo a utilizar as armas químicas, explica Andrzej Duda. 


Andrzej Duda, Presidente da Polónia, afirmou este domingo, em entrevista à BBC, que se a Rússia utilizar armas químicas na guerra, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) irá rever a sua decisão de não interferir no conflito.

O Presidente confessa que Vladirmir Putin poderá usar "qualquer coisa", não excluindo, desta forma, as armas químicas. "Isto é algo que o mundo não viu nesta escala desde a II Guerra Mundial", acrescentou.  "Politicamente", o Presidente da Rússia reconheceu que "já perdeu a guerra e militarmente ele não esta a ganhar" - motivo esse que poderá levar o líder russo a utilizar as armas químicas. "Se ele usar armas de destruição em massa, isso seria um divisor de águas no geral", disse Duda. 

Se isto realmente acontecer, Andrzej Duda avisa: "em caso de uso de armas de destruição em massa, "claro que a NATO teria de se sentar à mesa e pensar seriamente no que fazer, porque então começa a ser perigoso, não só para a Europa… mas para o mundo inteiro", aponta. 

Os comentários estão desactivados.