Internacional

Roman Abramovich já está em Moscovo

Segundo os relatos de vários órgãos de comunicação sociais britânicos e ainda as várias fotografias que estão a circular na internet, o oligarca russo foi avistado no aeroporto israelita Ben Gurion, tendo embarcado num jato com destino a Moscovo, na Rússia. 


Depois de ser fortemente punido com as sanções britânicas devido às ligações com o Presidente russo, Vladimir Putin, o oligarca russo Roman Abramovich desembarcou, esta terça-feira, em Moscovo, na Rússia, segundo os relatos de vários órgãos de comunicação sociais britânicos. 

O ex-proprietário do clube inglês Chelsea foi fotografado numa sala reservada do aeroporto israelita Ben Gurion, tendo de seguida, embarcado num jato - que deverá ser seu - com destino a Moscovo. Segundo o portal de rotas aéreas Flightradar24, Abramovich fez uma breve escala na Turquia. 

Para além da fotografia onde aparece sentado numa sala reservada do aeroporto israelita, também está a circular na internet um vídeo no qual é visto aparentemente no local, tirando o casaco. 

Ainda assim, não existem outras imagens que possam comprovar que o oligarca russo tenha embarcado num avião de Israel para Moscovo, onde aterrou hoje. 

Roman Abramovich é dos vários oligarcas russos que foram sancionados por vários países devido aos seus laços estreitos com Putin, após a invasão russa da Ucrânia em 24 de fevereiro. 

O Governo britânico aplicou, na semana passada, sanções contra Abramovich, pelo "relacionamento próximo de décadas" do magnata com o presidente russo.

Com estas sanções, Abramovich terá ficado com os seus bens congelados, será proibido de fazer negócios com empresas e indivíduos britânicos e ainda será impedido de entrar no Reino Unido, ainda que tenha negado laços estreitos com Putin.

Os comentários estão desactivados.