Conteúdo patrocinado

Jogos Paralímpicos de Pequim contribuem para um Mundo mais inclusivo

No passado dia 4 de Março foram oficialmente abertos os Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022.


Conteúdo Patrocinado. Artigo publicado em parceria com a Associação Portuguesa de Imprensa 

Pequim, a "Cidade das Duas Olimpíadas", volta a ser um palco mundial para os desportistas lutarem pela excelência e se transcenderem a si próprios. Andrew Parsons, Presidente do Comité Paralímpico Internacional (IPC), elogiou os voluntários destes Jogos, sublinhado que eles foram atentos e meticulosos, "dando-nos uma real demonstração do entusiasmo do povo chinês".

Este entusiasmo, sentido pela comunidade internacional, resulta dos incessantes esforços feitos pela China nos últimos seis anos com vista às Olimpíadas de 2022, subordinados ao conceito de albergar os Jogos de forma "verde, compartilhada, aberta e limpa". Estes esforços demonstram a preocupação da sociedade chinesa para com as pessoas com deficiência.

Um sentimento reflectido na mascote dos Jogos Paralímpicos, Snow Rong Rong. Simbolizando "tolerância e integração", a mascote tem a forma de uma lanterna tradicional chinesa, cujas propriedades significam que ilumina sonhos e aquece o mundo. As linhas arredondadas do desenho simbolizam a visão de criar um mundo mais inclusivo para as pessoas com deficiência.

Nos últimos anos, a China tem tomado várias medidas para encorajar as pessoas com deficiência a participar em desportos, especialmente desde a bem sucedida candidatura à organização dos Jogos, cada vez mais pessoas com deficiência estão a aderir activamente à campanha "300 milhões de pessoas a participar em desportos no gelo e na neve".

Após mais de seis anos de trabalho árduo, a China conseguiu uma cobertura completa dos principais eventos paraolímpicos de Inverno, com o número de atletas a crescer de menos de 50 para cerca de mil.

O desporto para os deficientes é um espelho que reflecte as notáveis realizações da China no respeito e protecção dos direitos e interesses dos deficientes.

"As pessoas com deficiência podem, tal como as outras, viver uma vida maravilhosa. A China irá empenhar-se ainda mais a causa dos deficientes e promover o seu desenvolvimento integral e a sua prosperidade" – afirmou o Presidente chinês, Xi Jinping.

Na China, a causa das pessoas com deficiência tem sido continuamente incorporada nos planos de desenvolvimento económico e social e no plano de acção nacional dos direitos humanos. O princípio de "igualdade, participação e partilha" para as pessoas com deficiência tem vindo a ser melhor concretizado, aumentando o sentimento de acesso, felicidade e segurança, e reflectindo o progresso da China na protecção dos direitos humanos.

"As pessoas com deficiência são membros iguais da família social e uma força importante no desenvolvimento da civilização humana" – afirmam os dirigentes chineses.

É previsível que os Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim estimulem os atletas com deficiência a demonstrar os valores paraolímpicos de "coragem, determinação, inspiração e igualdade", promovendo a aceitação e compreensão das pessoas com deficiência pela comunidade internacional – e assim contribuindo para a construção de um mundo mais inclusivo.

Os comentários estão desactivados.