Vida

Vítima de "O Impostor do Tinder" sofre um revés legal, depois de juiz decidir a favor do banco

Pernilla Sjöholm, de 35 anos, esteve no tribunal de Amesterdão pela sua ação judicial contra o grupo ING, o banco que fez pagamentos em seu nome ao predador Leviev, de 31 anos, cujo seu nome verdadeiro é Shimon Hayut. 


Uma das vítimas de Simon Leviev, apresentada no documentário " O Impostor do Tinder" da Netflix, sofreu um revés na sua batalha legal para responsabilizar um banco que lhe pagou o seu dinheiro.

Pernilla Sjöholm, de 35 anos, esteve esta segunda-feira no tribunal de Amesterdão pela sua ação judicial contra o grupo ING, o banco que fez pagamentos em seu nome ao predador Leviev, de 31 anos, cujo seu nome verdadeiro é Shimon Hayut. 

Segundo conta Sjöholm, Shimon Hayut já estava na altura em listas de vigilância de fraudes, pelo que o banco nunca deveria ter autorizado aqueles pagamentos. O juiz, no entanto, decidiu a favor do banco e agora Sjöholm quer ir a julgamento perante um juiz diferente. 

"Transferi todo aquele dinheiro em 2018, ano em que o ING recebeu uma mega multa porque o banco não fez o suficiente contra a lavagem de dinheiro", disse ao jornal holandês De Telegraaf. "Pensamos que ING poderia ter feito mais para nos proteger, porque transferimos o nosso dinheiro para um burlão que já estava em listas de fraude".

Os comentários estão desactivados.