Sociedade

Fuzileiros suspeitos de agredirem PSP em Lisboa vão ser interrogados por Carlos Alexandre

Detidos já estão no tribunal.


Os dois fuzileiros suspeitos de terem agredido, no sábado passado, Fábio Guerra, que acabou por morrer na segunda-feira, já estão no tribunal.

Cláudio e Vadym, detidos na prisão de Tomar, serão ouvidos por Carlos Alexandre, no âmbito do primeiro interrogatório judicial, respondendo pelo crime de homicídio do agente da PSP e também por ofensas à integridade física qualificada por agressões aos colegas de Fábio Guerra.

A Polícia Judiciária está ainda, segundo o Correio da Manhã, à procura de um terceiro indivíduo que também terá estado envolvido nas agressões que levaram à morte do agente da PSP, à porta de uma discoteca em Lisboa no sábado passado.

Os comentários estão desactivados.