Economia

CTP "dececionada" com orgânica do novo Governo em relação ao turismo

É “com desagrado que a CTP se depara agora com uma legislatura em que o Turismo diminui a sua importância”, diz a Confederação.


A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) diz que é com “profunda surpresa e igual deceção” que olha para a orgânica do novo Governo no que diz respeito ao turismo.

“Dada a importância estratégica do turismo para a economia do país, a CTP sempre defendeu a existência de um Ministério do Turismo (que acumulasse com as infraestruturas aeroportuárias/aviação comercial). Contudo, tal nunca se veio a verificar”, diz em comunicado.

A entidade liderada por Francisco Calheiros diz que, ainda assim, “nas últimas duas legislaturas, o Turismo mereceu uma secretaria de Estado específica na orgânica do Governo, o que se revelou importante para o desenvolvimento do Turismo como motor económico”.

É por isso que a CTP diz que é com “desagrado” que agora se depara “com uma legislatura em que o turismo diminui a sua importância na orgânica do Governo, já que perde exclusividade em termos de secretaria de Estado”.

E, independentemente de conhecer oficialmente o nome do (a) responsável pela tutela do setor, “continuará a defender o reforço do reconhecimento do turismo na esfera do Estado uma vez que é uma das atividades mais dinâmicas e competitivas da nossa economia, com potencial para ajudar ao crescimento da economia de que o País se encontra carenciado”.

Os comentários estão desactivados.