Vida

"A escravatura mancha a história do Reino Unido", diz príncipe William

"Concordo plenamente com o meu pai, o príncipe de Gales, que disse no ano passado em Barbados que a terrível atrocidade da escravatura manchou para sempre nossa história", disse o princípe.


O príncipe William expressou na quarta-feira o seu "profundo lamento" pelo papel que o Reino Unido teve no comércio de escravos, ao discursar num jantar com o Governador Geral da jamaica, Sir Patrick Allen. 

"Concordo plenamente com o meu pai, o príncipe de Gales, que disse no ano passado em Barbados que a terrível atrocidade da escravatura manchou para sempre nossa história", começou por dizer o princípe. "Quero expressar o meu mais profundo lamento. A escravatura foi uma abominação e nunca deveria ter acontecido. Apesar da profunda dor, a Jamaica continua a forjar o seu destino com determinação, coragem e força. A força e o sentido partilhado de dever dos jamaicanos, representado na vossa bandeira e divisa, celebra um espírito invencível", defendeu. 

Note-se que a visita dos duques de Cambridge à Jamaica esteve envolta de uma polémica. Ao chegar ao país, um conjunto de políticos, empresários, médicos e músicos jamaicanos estavam a pressionar o governo jamaicano para cortar relações com a monarquia britânica e alterar o estatuto do país para república. 

Os comentários estão desactivados.