Vida

Realeza "apoia" e "respeita" decisão da Jamaica

"No próximo ano, sei que todos estão ansiosos para comemorar os 50 anos de independência. E com a Jamaica a comemorar os 60 de independência este ano, e Belize que comemorou 40 no ano passado, quero dizer o seguinte: apoiamos com orgulho e respeitamos as vossas decisões sobre o futuro", disse o Princípe William.


Enquanto estiveram em Caribe, o Princípe William foi recebido com vários protestos que o seguiram nos últimos dias.O neto da rainha Isabel II, no entanto, disse que a realeza "apoiará" e "respeitará" a decisão da Jamaica, Belize e Bahamas no que diz respeito ao fim do vínculo com a família real britânica. 

Ao discursar na capital das Bahamas, Nassau, o monarca reconheceu que a relação entre os três estados e a família real estava em vias de mudar. "As relações evoluem. A amizade perdura", disse. 

"No próximo ano, sei que todos estão ansiosos para comemorar os 50 anos de independência. E com a Jamaica a comemorar os 60 de independência este ano, e Belize que comemorou 40 no ano passado, quero dizer o seguinte: apoiamos com orgulho e respeitamos as vossas decisões sobre o futuro", afirmou. 

Os comentários estão desactivados.