Cultura

Jim Carrey considera que o público dos Óscares foi "cobarde" por aplaudir Will Smith

Numa entrevista à rede televisiva CBS, o artista criticou tanto a atitude de Will Smith, como a do público que compareceu na cerimónia. 

 


O ator Jim Carrey criticou duramente a chapada que Will Smith deu ao comediante Chris Rock, mas também a atitude do público presente na gala. Numa entrevista transmitida no canal CBS, Carrey admitiu acreditar que Will Smith deveria ter sido “preso” nessa mesma noite pelo ocorrido, embora entenda os motivos pelos quais Rock não quis apresentar queixa. Segundo o artista, o comediante não quis “causar confusão”. 

Além disso, Jim Carrey criticou os aplausos que Smith recebeu quando ganhou o Óscar de Melhor Ator: "Aquela ovação, com as pessoas de pé, deu-me nojo" afirmou. Na sua opinião: "Hollywood é um bando de cobardes e isto parece ser o sinal final de que não somos mais o clube infantil porreiro", defendeu.

"Eu teria anunciado a minha intenção de processar Will em 200 milhões de dólares, porque este vídeo ficará para sempre gravado", explicou, enfatizando depois que havia muitas maneiras de agir e Will Smith escolheu “a menos apropriada”.

"Se tu quiseres, grita, faz barraca, mostra o teu descontentamento, ou coloca algo no Twitter! Mas não tens o direito de subir ao palco e bater em alguém porque  disse algo que não gostas”, defendeu.

Os comentários estão desactivados.