Economia

Preços das casas aumentaram 60% e rendas subiram 25% desde 2010

Valores portugueses estão acima da média europeia, onde os preços das casas aumentaram 42% e as rendas subiram 16%.

Preços das casas aumentaram 60% e rendas subiram 25% desde 2010

Desde os 2010, os preços das rendas subiram cerca de 25%, enquanto os preços das casas aumentaram 65% em Portugal. Os números foram divulgados esta sexta-feira pelo Eurostat e estão acima da média europeia em ambos os casos: No período de 2010 até ao quarto trimestre de 2021, as rendas aumentaram 16% e os preços das casas 42% na União Europeia.

Mas, apesar de estar acima da média, Portugal não conta com as maiores subidas. Feitas as contas, os preços das casas aumentaram mais do que as rendas em 19 Estados-membros da União Europeia.

Os dados mostram ainda que os preços da habitação aumentaram em 24 Estados-membros e caíram em três. Os maiores crescimentos foram registados na Estónia (+156%), Hungria (+128%) e Luxemburgo (+124%). Já as maiores quebras foram para a Grécia (-23%), Itália (-12%) e Chipre (-9%).

Comparando o quarto trimestre do ano passado com 2010 no caso das rendas, os preços aumentaram em 25 Estados-membros da União Europeia e caíram em dois com a Estónia (+171%), Lituânia (+113%), e Irlanda (+74%), a registarem as maiores subidas.

Do lado contrário, as maiores quebras de preços nas rendas aconteceram na Grécia (-25%) e Chipre (-1%).

No que diz respeito ao último trimestre de 2021, as rendas e os preços das casas na União Europeia continuaram a trajetória de crescimento, subindo 1,3% e 10%, respetivamente, face ao quarto trimestre de 2020.

Os comentários estão desactivados.