Internacional

Presidente da França condena a "loucura assassina" do ataque em Israel que fez três mortos

Este foi o quarto ataque em menos de três semanas em Israel. Ao todo, morreram 14 pessoas. 


Emmanuel Macron condenou esta sexta-feira aquilo a que chamou de "loucura assassina que atingiu de novo" Israel, referindo-se ao ataque de um palestiniano em Telavive, que matou três pessoas, ao abrir fogo dentro de um bar cheio de clientes. 

"Em Israel, a loucura assassina ataca de novo. Após o ataques terrorista que atingiu o coração de Telavive ontem, a França coloca-se, mais que nunca, ao lado dos israelitas", disse o Presidente Francês, através do Twitter.

O homem conseguiu na quinta-feira à noite escapar à polícia, originando uma caça ao homem que durou até hoje de manhã, tendo sido abatido pelas autoridades israelitas.

Note-se que este foi o quarto ataque em menos de três semanas em Israel. Ao todo, morreram 14 pessoas. 

 

 

Os comentários estão desactivados.