Economia

Autovoucher acaba no fim do mês e é substituído por descida do ISP

A garantia foi dada pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes e revelou que o programa será substituído por “uma medida mais agressiva em termos de descida dos impostos”.

Autovoucher acaba no fim do mês e é substituído por descida do ISP

O Autovoucher, a medida do Governo para atenuar a subida dos preços dos combustíveis e que nos últimos dois meses deu um apoio de 20 euros às famílias termina no final deste mês. A garantia foi dada pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes e revelou que o programa será substituído por “uma medida mais agressiva em termos de descida dos impostos”.

Esta foi uma das medidas anunciados pelo Governo esta segunda-feira de manhã  que foram aprovadas com vista a travar o aumento de preço e para que possam representar "soluções que possam efetivamente aliviar as empresas e famílias, sem causar problemas na espiral inflacionista", disse a ministra da Presidência.

Para António Mendonça Mendes, a solução encontrada pela redução do ISP. "Uma vez que ainda não temos luz verde de Bruxelas em relação à descida da taxa do IVA, o que vamos fazer é assegurar que os portugueses, quando vão à bomba de gasolina, na conta final pagarão o combustível como se tivesse uma taxa de IVA de 13% e não como se tivesse uma taxa de IVA de 23%, através de uma redução correspondente na taxa de ISP”, afirmou.

Os comentários estão desactivados.