Internacional

Boris Johnson proibido de entrar na Rússia

Proibição surge como resposta às sanções impostas por Londres


O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e outros membros do Governo do Reino Unido, estão proibidos de entrar na Rússia devido à posição "hostil" do país em relação à guerra na Ucrânia, anunciou o Kremlin, referindo-se às sanções impostas por Londres.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo disse que a secretária dos Negócios Estrangeiros, Liz Truss; o secretário da Defesa, Ben Wallace; e outros dez membros e políticos do governo britânico estão proibidos de entrar no país.

Serguei Lavrov justificou a decisão com “a ação hostil sem precedentes do governo britânico, em particular a imposição de sanções contra altos funcionários russos". E acrescentou que iria acrescentar mais nomes à lista em breve.

Recorde-se que o Governo russo já tinha impedido o Presidente norte-americano Joe Biden, além de uma série de outros funcionários norte-americanos, de entrar no país.

Os comentários estão desactivados.