Sociedade

Aveiro. Homens que assaltaram ourivesaria no sábado em prisão preventiva

Homens fizeram funcionária da ourivesaria refém durante quase duas horas. 


Os dois homens, de 42 e 50 anos, que no sábado foram detidos em flagrante delito enquanto tentavam assaltar uma ourivesaria no centro de Aveiro vão aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou esta segunda-feira fonte policial. 

De acordo com a agência Lusa, os detidos foram hoje presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação mais gravosa. 

A mesma fonte adianta que os suspeitos são de nacionalidade ucraniana e se encontram indiciados por um crime de roubo na forma tentada e outro de sequestro.

O crime ocorreu pelas 16h00 de sábado, quando os suspeitos entraram numa ourivesaria situada na Avenida Lourenço Peixinho para a assaltar, fazendo a funcionária refém. 

A Polícia de Segurança Pública (PSP) dirigiu-se ao local e montou um perímetro de segurança, tendo ainda sido iniciada a negociação com os sequestradores e acionada a Unidade Especial de Polícia.

A mulher sequestrada foi libertada pelas 17h15, explicou a autoridade em comunicado, adiantando que "seguidamente os dois suspeitos saíram igualmente da ourivesaria, sendo imediatamente detidos". 

Os comentários estão desactivados.