Politica

Deixar o Governo? Costa diz que "em circunstância alguma" sairá para presidência da Comissão Europeia

O primeiro-ministro disse que se sente “útil neste momento e até outubro de 2026” em Portugal.


O primeiro-ministro, António Costa, decidiu por um ponto final quanto às duvidas sobre uma possível saída do Governo, nomeadamente para ser presidente da Comissão Europeia em 2024.

O líder do Governo frisou, esta quarta-feira, que "em circunstância alguma" estará disponível para assumir aquele cargo na Europa e ainda recusou a possibilidade de assumir outros cargos, antes de terminar o mandato que iniciou no final de março.

"Em circunstância alguma em 2024, quando quer que seja, eu estarei disponível para ser presidente da Comissão Europeia", disse numa entrevista promovida pelo Clube de Jornalistas, em parceria com a agência Lusa e a Escola Superior de Comunicação Social, no âmbito dos 50 anos das comemorações do 25 de Abril e dos 40 anos do clube.

No entanto, quanto aos outros cargos europeus, Costa ainda disse que “poderia haver essa possibilidade”, mas “não há”, ao notar que se sente “útil neste momento e até outubro de 2026” em Portugal.

Os comentários estão desactivados.