Economia

Endividamento da economia sobe para 777,4 mil milhões de euros

Endividamento do setor não financeiro aumentou 3,4 mil milhões de euros em fevereiro.

Endividamento da economia sobe para 777,4 mil milhões de euros

Em fevereiro, o endividamento do setor não financeiro – administrações públicas, empresas e particulares – registou um crescimento de 3,4 mil milhões de euros, para 777,4 mil milhões de euros, anunciou esta quinta-feira o Banco de Portugal (BdP).

O banco explica que o endividamento do setor público (administrações públicas e empresas públicas) cresceu 2,9 mil milhões de euros, para 348,8 mil milhões de euros. “É de destacar o crescimento do endividamento perante o setor financeiro e o exterior (1,4 e 1,3 mil milhões de euros, respetivamente)”, lê-se na nota.

Já o endividamento do setor privado (empresas privadas e particulares) aumentou 600 milhões de euros, (200 e 400 milhões de euros, para as empresas privadas e para os particulares, respetivamente), para 428,6 mil milhões de euros. O banco liderado por Mário Centeno diz que “o acréscimo de endividamento foi sobretudo junto do setor financeiro”.

Ainda no que diz respeito ao mês em análise, o endividamento das empresas privadas cresceu 4,3% comparativamente com fevereiro do ano passado, o que correspondeu a uma desaceleração de 0,5 pontos percentuais (pp) em relação ao mês anterior.

Por seu turno, o endividamento dos particulares aumentou 3,7% relativamente ao período homólogo, mais 0,3 pp do que o verificado em janeiro.

Os comentários estão desactivados.