Economia

Eurostat. Défice e dívida pública recuam na zona euro e UE em 2021

Portugal era, em 2021, o Estado-membro com o terceiro maior peso da dívida pública.

Eurostat. Défice e dívida pública recuam na zona euro e UE em 2021

O défice público na zona euro recuou para 5,1% do produto interno bruto (PIB) em 2021 e o da União Europeia para 4,7%. Os dados, revelados esta sexta-feira pelo Eurostat, mostram ainda que o peso da dívida caiu, respetivamente, para 95,6% e 88,1% do PIB.

Nesse ano, todos os Estados-Membros, exceto a Dinamarca (+2,3%) e o Luxemburgo (+0,9%), registaram défice. Os mais altos foram registados em Malta (-8%), Grécia (-7,4%), Letónia (-7,3%), Itália (-7,2%), Roménia (-7,1%), Espanha (-6,9%), Hungria (-6,8%), França (-6,5%) e Eslováquia (-6,2%). Além disso, 15 Estados-Membros registaram défices superiores a 3% do PIB.

No que diz respeito aos rácios mais baixos da dívida pública em relação ao PIB, estes foram registados na Estónia (18,1%), Luxemburgo (24,4%), Bulgária (25,1%), Dinamarca e Suécia (ambas 36,7%). 14 Estados-Membros tinham dívidas públicas com rácios superiores a 60% do PIB, com os mais elevados registados na Grécia (193,3%), Itália (150,8%), Portugal (127,4%), Espanha (118,4%), França (112,9%), Bélgica (108,2%) e Chipre (103,6%).

Portugal continuava assim, em 2021, a ser o Estado-membro com o terceiro maior peso da dívida pública.

Os comentários estão desactivados.