Sociedade

Míssil atinge prédio de habitação em Odessa

Morreram, pelo menos, oito pessoas. 


Um ataque aéreo atingiu, na noite deste sábado, um prédio em Odessa, no sul da Ucrânia, tendo morrido, pelo menos, oito pessoas e ficado feridas 20. 

Em conferência de imprensa, Volodymyr Zelensky adiantou que as forças russas dispararam sete mísses, sendo que dois deles foram abatidos. 

Mas Odessa não é o único local a ser massacrado pelas tropas russas. Segundo Mykhailo Podolyak, conselheiro de Zelensky, os russos continuam a atacar Azovstal, em Mariupol. Este apelou a uma "trégua de Páscoa".

“Páscoa 2022. Mas, agora, a Rússia está constantemente a atacar a Azovstal, em Mariupol. O local onde os nossos civis e soldados estão está coberto de bombas aéreas, fogo de artilharia e concentração intensa de forças e de equipamento para ataques. Quem deu a ordem para ‘não atacar’?”, escreveu na rede social Twitter.

A Páscoa ortodoxa é celebrada este domingo e marca dois meses desde o início da invasão russa à Ucrânia. Neste espaço temporal já terão morrido pelo menos dois mil civis, adianta a Organização das Nações Unidas, que alerta para a probabilidade de o número real ser maior. 

 

 

Os comentários estão desactivados.