Economia

UE. Bruxelas lembra "mau historial" de redução do IVA da luz

Alerta é do comissário europeu da Economia, Paolo Gentiloni.

UE. Bruxelas lembra "mau historial" de redução do IVA da luz

O comissário europeu da Economia, Paolo Gentiloni, recordou esta segunda-feira aos Estados-membros da União Europeia (UE) o “mau historial” de redução de preços do IVA da eletricidade para os consumidores, garantindo que, normalmente, essa medida acaba por ser compensada com tarifas mais elevadas.

A lembrança foi enviada aos ministros das Finanças da União Europeia através de uma carta, onde Gentiloni diz que “as reduções do IVA têm mau historial na tentativa de tradução de preços baixos para os consumidores”, uma vez que as reduções fiscais podem “ser compensadas por tarifas mais elevadas aplicadas pelos fornecedores energéticos”.

O responsável diz ainda que, nestes casos, os agregados familiares podem ser os que mais sofrem com os aumentos de preços porque podem ficar numa situação em que não beneficiam de reduções fiscais.

“Baixar a taxação da energia é fácil, talvez tenha sido por isso uma medida usada nas primeiras semanas e meses da crise [energética], mas em situações de persistentes preços elevados, o benefício para os negócios e para os consumidores é incerto”, acrescenta.

Os comentários estão desactivados.