Internacional

Guterres diz que é importante manter os valores humanitários e Lavrov responde com recado

"Se continuarem a enviar armamento para a Ucrânia, vai ser difícil fazer um acordo", afirma braço-direito de Putin.


Já terminou a reunião entre o secretário-geral das Nações Unidas e o chefe da diplomacia russa. Em declarações aos jornalistas, António Guterres adiantou ter apresentado uma proposta para a criação de corredores humanitários, principalmente na região do Donbass, e sublinhou que "é importante, mesmo em guerra, manter os valores humanitários”.

"Além da necessidade de uma investigação independente aos crimes cometidos, é preciso garantir que os corredores humanitários serão respeitados. A minha proposta é garantir um esforço conjunto de Ucrânia, Rússia, Cruz Vermelha Internacional e ONU para a evacuação de civis de Mariupol em qualquer direção que eles escolham", afirmou o secretário-geral da ONU, em Moscovo, depois do encontro com Sergei Lavrov.

"É importante, mesmo em guerra, manter os valores humanitários", reiterou António Guterres.

Por sua vez, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, que também marcou presença na conferência de imprensa, disse que a Rússia estava disposta a um cessar-fogo e à abertura de corredores humanitárias, mas deixou um aviso.

"Se continuarem a enviar armamento para a Ucrânia, vai ser difícil fazer um acordo", disse Lavrov.

Os comentários estão desactivados.