Sociedade

Treinador de futsal pedia a menores para lhe enviarem vídeos íntimos

Homem foi detido pela Polícia Judiciária. 


A Polícia Judiciária deteve, através da Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC) de Évora, um homem de 53 anos "pela presumível autoria de crimes de pornografia de menores e crimes de importunação sexual, todos perpetrados contra menores, cometidos através de redes sociais e aproveitando-se da proximidade, por exercício da profissão", explica a autoridade.

Em comunicado, a PJ adianta que o arguido, detido fora de flagrante delito, é assistente educativo e treinador de futsal e habitual frequentador de diversas plataformas na internet onde solicitava, "por um lado, que lhe enviassem fotografias e/ou vídeos íntimos e, por outro lado, induzia os menores a realizar videochamadas onde se exibia sexualmente, sempre com a plena consciência que todos os interlocutores eram menores de idade".

O homem reside no concelho de Évora, não tem antecedentes criminais e vai ser presente a primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Os comentários estão desactivados.