Vida

Família de refugiados que Benedict Cumberbatch vai acolher em casa já "conseguiu sair da Ucrânia"

Ator está a acompanhar o "progresso" da família, que "infelizmente" precisa de "tratamento médico".

Família de refugiados que Benedict Cumberbatch vai acolher em casa já "conseguiu sair da Ucrânia"

O ator britânico Benedict Cumberbatch, que se juntou recentemente a um programa de acolhimento de vítimas da guerra na Ucrânia, revelou que a família de refugiados que vai receber em sua casa já “conseguiu sair” do país.

Cumberbatch, em declarações à Sky News, explicou que está a "acompanhar o seu progresso todos os dias", porque "infelizmente”, a família de refugiados está “a receber tratamento médico”. E acrescentou: “Dizer mais sobre o assunto seria uma invasão da sua privacidade e revelar sobre quando chegarão ou como está tudo a ser tratado seria uma invasão da minha”.

“Quero dar-lhes o máximo de estabilidade após todos os momentos tumultuosos pelos quais passaram e isso é dentro de minha casa”, afirmou o ator, de 45 anos.

Cumberbatch revelou ainda que está também a ajudar ucranianos já a residir no Reino Unido e que, compreensivelmente, querem trazer os seus familiares, que ainda estão no país invadido pelas tropas russas, mas para quem todo o processo é muito caro.

“Assim, tenho tentado ajudar financeiramente junto de algumas associações”, explicou, sublinhando o orgulho que tem em quem está disposto a ajudar.

E lembrou ainda a importância de existir “um apoio mais amplo para o trauma psicológico” que afeta estes refugiados.

"Por mais gentis, generosos e acolhedores que sejamos como anfitriões, não temos as capacidades dos profissionais de saúde mental para lidar com isso”, acrescentou.

Os comentários estão desactivados.