Politica

PS 'trava' audição de Medina e de Manuel Heitor sobre financiamento público do ISCTE

A audição parlamentar foi pedida através um requerimento apresentado pelo grupo parlamentar da Iniciativa Liberal (IL), que será votado esta quarta-feira.


O PS vai impedir que o ministro das Finanças, Fernando Medina, e o ex-ministro do Ensino Superior Manuel Heitor sejam ouvidos no Parlamento sobre o caso do financiamento público de um centro de investigação do ISCTE.

A audição parlamentar foi pedida através um requerimento apresentado pelo grupo parlamentar da Iniciativa Liberal (IL), que será votado esta quarta-feira.

Os socialistas vão chumbar o requerimento do IL, indicou uma fonte do grupo parlamentar do PS à agência Lusa, que também prevê a audição do ex-ministro de Estado e das Finanças e atual vice-reitor do ISCTE, João Leão.

Já João Leão não conseguiu escapar da audição, uma vez que foi aprovado por unanimidade o requerimento apresentado pelo PSD, que pede a presença do atual vice-reitor no Parlamento.

Mas não estará sozinho. O PSD pediu para ouvir tanto o ex-ministro das Finanças como a reitora do ISCTE, Maria de Lurdes Rodrigues, disse o deputado socialista, Tiago Estêvão Martins, que faz parte da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência, que aprovou o pedido.

Os requerimentos surgem após a divulgação de notícias pelo jornal Público que revelam o processo de financiamento de 5,2 milhões de euros ao Centro de Valorização e Transferência de Tecnologias do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa.

A verba de financiamento para o novo centro de investigação foi aprovada quando João Leão detinha a pasta das Finanças e também pela ainda reitora do ISCTE, Maria de Lurdes Rodrigues.

De notar que João Leão foi nomeado vice-reitor do ISCTE dois dias depois de ter deixado o Governo.

Os comentários estão desactivados.