Sociedade

António Costa "envergonhado" com especulações sobre sobre saúde de secretária de Estado. "O que se exige é respeito"

"Não é por serem membros do Governo que as pessoas deixam de ser seres humanos", disse António Costa.


António Costa disse esta segunda-feira estar "envergonhado" com a especulação que disse ter sido feita por uma estação de televisão, sem referir qual, sobre as possíveis razões da substituição da secretária de Estado de Igualdade e Migrações. 

"Senti-me envergonhado com o que ouvi, em especial numa certa televisão, horas infindáveis a especular", afirmou o primeiro-ministro, em declarações ao jornalistas, após a tomada de posse de isabel Rodrigues para o cargo, adiantanto que "o mínimo que se pede em momentos difíceis na vida das pessoas, dolorosos na vida das pessoas, é que haja respeito, porque um dia acontece a um membro do Governo, outro dia pode acontecer a qualquer um". E deixou claro: "O que se exige é respeito".

"Não é por serem membros do Governo que as pessoas deixam de ser seres humanos", disse ainda António Costa. "Como todos os seres humanos correm o risco de terem problemas na sua vida pessoal e terem problemas de saúde", acrescentou.

 

Os comentários estão desactivados.