Economia

BP com prejuízo de 19385 milhões nos três primeiros meses do ano

A dívida da BP caiu para 27.500 milhões de dólares, enquanto a empresa anunciou uma recompra de 2.500 milhões de dólares em ações.

BP com prejuízo de 19385 milhões nos três primeiros meses do ano

A BP registou um prejuízo de 20384 milhões de dólares (19385 milhões de euros) no primeiro trimestre, contra um lucro de 4667 milhões de dólares (4438 milhões de euros) no mesmo período de 2021.

As receitas totais nos primeiros três meses do ano atingiram 51220 milhões de dólares, mais 40,3% face a igual período do ano passado.

O forte crescimento das receitas foi impulsionado pela atividade "excecional" de comércio de petróleo e gás no trimestre.

As compras no período totalizaram 27.808 milhões de dólares, mais 77,6%, enquanto as despesas de produção totalizaram 6.975 milhões de dólares entre janeiro e março, mais 1,7% do que um ano antes.

De acordo com a empresa, as despesas de distribuição e administração foram de 3.080 milhões de dólares, mais 17,7% do que no primeiro trimestre do ano passado.

A dívida da BP caiu para 27.500 milhões de dólares, enquanto a empresa anunciou uma recompra de 2.500 milhões de dólares em ações.

"A dívida líquida caiu pelo oitavo trimestre consecutivo. Estamos a investir com disciplina para fazer avançar a nossa estratégia, fazendo progressos significativos até agora este ano", disse o diretor financeiro da empresa, Murray Auchincloss.

 

Os comentários estão desactivados.