Desporto

Benfica e Rui Pedro Braz alvo de processos disciplinares por parte do Conselho de Disciplina

O processo disciplinar contra o clube das 'águias' foi apresentado por uma queixa da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol. 


O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu, esta terça-feira, um processo disciplinar ao Benfica devido a uma queixa apresentada pela Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol contra as ‘águias’.

Segundo um comunicado divulgado no site da FPF, a instauração do processo disciplinar acontece "na sequência de participação disciplinar efetuada pela Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, tendo por objeto declarações proferidas sob o enfoque das ofensas à honra ou consideração de agentes de arbitragem".

"O processo foi enviado, no dia 27 de abril de 2022, à Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, ficando excluída a publicidade até ao fim da instrução", indica ainda a nota, sem detalhar qual o jogo ou jogos que provocaram as criticas do Benfica e que originaram a abertura deste processo disciplinar.

Além disso, o diretor-geral do Benfica SAD, Rui Pedro Braz, também foi alvo de um processo disciplinar, neste caso depois da "participação efetuada pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, tendo por objeto eventual comportamento incorreto violador de deveres gerais".

Recorde-se que Rui Pedro Braz foi expulso no encontro do Benfica frente ao Famalicão, tendo recorrido ao canal do clube BTV para criticar as arbitragens. 

Os comentários estão desactivados.