Sociedade

Há mais dois casos suspeitos de hepatite aguda infantil em Portugal

Informação foi avançada por António Lacerda Sales.


O secretário de Estado Adjunto e da Sáude revelou, esta sexta-feira, que existem mais dois casos suspeitos de hepatite aguda infantil em Portugal. Atualmente, estão a ser analisadas seis crianças com sintomas compatíveis com a doença.

Segundo António Lacerda Sales, um dos casos foi identificado no Hospital de São João, no Porto, e outro em Tondela. Existem ainda "alguns casos suspeitos no setor privado", afirmou, em em declarações à RTP3.

"Estes processos são muitas vezes complexos que exigem análises laborais, também complexas. Por exemplo, uma das análises é para um dos vírus que é o Adenovírus, do tipo A, que é essencialmente um vírus respiratório, mas também algumas reações gastrointestinais", explicou o secretário de Estado.

O governante adiantou ainda que os dois novos casos suspeitos, à semelhança dos quatro anteriores, não representam uma forma grave da doença. Lacerda Sales fez também questão de sublinhar que embora haja seis casos suspeitos, "não há nenhum caso confirmado em Portugal".

Sublinhe-se que a DGS recomenda, como precaução, o reforço das medidas gerais de proteção individual, como a higiene das mãos, a etiqueta respiratória, o arejamento e ventilação dos espaços interiores ou a limpeza e desinfeção frequente de equipamentos e superfícies. 

Os comentários estão desactivados.