Sociedade

CP prevê contratar 116 trabalhadores este ano

Objetivo é melhorar os serviços ferroviários de passageiros.


A CP - Comboios de Portugal prevê recrutar este ano 116 colaboradores, para substituir funcionários cujo vínculo cesse e adequar o seu quadro de pessoal às necessidades, segundo uma nota explicativa do Ministério das Infraestruturas e Habitação.

"A CP prevê no seu Plano de Atividades e Orçamento para 2022, o recrutamento de 116 trabalhadores, para substituir trabalhadores cujo vínculo cesse por motivos alheios à empresa e à adequação do seu quadro de pessoal à carga e necessidades dos seus serviços", lê-se numa nota do Ministério das Infraestruturas e Habitação.

A empresa "prossegue o objetivo de melhoria dos serviços ferroviários de passageiros, quer através da aquisição de material circulante novo, quer através da recuperação e modernização de material circulante, acompanhando as intervenções a realizar na infraestrutura e respondendo ao desafio de aumentar o número de passageiros transportados por este modo", destacou a tutela.

O número revê em alta as estimativas apresentadas pelo ministro Pedro Nuno Santos, em outubro do ano passado, quando anunciou que tinha sido obtida autorização para contratar 85 novos trabalhadores para a CP.

Os comentários estão desactivados.