Internacional

Comentador da Eurovisão faz transmissão a partir de abrigo nuclear ucraniano

Eurovisão partilhou uma foto do comentador no momento em que este fazia a transmissão local, improvisada, dentro de um bunker.


A guerra da Ucrânia, que vai no seu 77.º dia, obrigou a que o comentador Timur Miroshnychenko participasse na edição deste ano da Eurovisão através de um abrigo subterrâneo. 

Numa altura em que ninguem fica indiferente aos acontecimentos da invasão russa àquele país, a conta oficial da Eurovisão partilhou uma foto do comentador no momento em que este fazia a transmissão local, improvisada, dentro de um bunker. O sítio, como seria de esperar, é escuro, e Timur Miroshnychenko trabalhou apenas com um computador e uma câmara. A solidariedade dos fãs e espectadores foi notória nos comentários deixados na publicação. 

A Ucrânia surge representada na edição de 2022 da Eurovisão pela banda Lakush Orchestra, com a música "Stefania", que foi ontem selecionada para a final, e onde irá disputar com outros 10 candidatos de cada país, incluindo Maro, que representa Portugal. 

Recorde-se que, após ter havido vários apelos e pressões por parte de vários países europeus, a União Europeia de radiodifusão anunciou que a Rússia estava expulsa do concurso europeu. "A European Broadcasting Union (União Europeia de Radiodifusão) anunciou que nenhum artista russo participará no festival Eurovisão da Canção deste ano", lê-se no comunicado divulgado pelo organismo. 

Antes, contudo, a Eurovisão tinha afirmado que a Rússia poderia continuar no festival,  uma que vez que é um “evento cultural de natureza não política", o que desagradou muitas pessoas. 

 

Os comentários estão desactivados.