Sociedade

Passos Coelho chamado como testemunha de defesa de Ricardo Salgado

Inquirição vai decorrer no final de junho à porta fechada.


O antigo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho vai ser inquirido pelo juiz Ivo Rosa na instrução do processo principal da queda do BES/GES, como testemunha de defesa por Ricardo Salgado, principal arguido no processo.

O depoimento de Passos Coelho está marcado para 30 de junho às 14 horas, no Campus de Justiça de Lisboa, onde deverá decorrer à porta fechada, escreve o Observador que avançou com a informação.

Sublinhe-se que Ricardo Salgado, de 77 anos, é o principal arguido do caso BES e está acusado de 65 crimes, 29 dos quais de burla qualificada, 12 de corrupção ativa no setor privado e nove de falsificação de documento.

Na acusação, o Ministério Público acusa o ex-banqueiro e os outros arguidos de manterem o Grupo Espírito Santo, em benefício próprio e à custa de subornos e operações fraudulentas.

Ricardo Salgado nega ter cometido qualquer crime e aponta a resolução do banco como a causa da sua queda, que ocorreu em 2014, quando Passos Coelho era primeiro-ministro.

Os comentários estão desactivados.