Sociedade

PJ apreende brasão em pedra do século XIX que estava desaparecido desde os anos 90

O artefacto foi encontrado no Porto. 


A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu, esta terça-feira, na cidade do Porto um brasão em pedra do século XIX, mais conhecido por ser o Brasão de Armas dos Condes de Avilez.

Segundo um comunicado da PJ divulgado hoje, o caso estava a ser seguido pelo Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, que realizou várias diligências policiais, culminando com a localização e apreensão do brasão.

“O Brasão havia sido furtado na década de 90, da fachada da capela da Tapada dos Condes de Avilez, em Santiago do Cacém, a qual é atualmente propriedade desta edilidade”, revela a autoridade judiciária.

Os comentários estão desactivados.