Sociedade

287 crimes por condução sob efeito de álcool

A operação de fiscalização intensiva à condução sob o efeito do álcool e substâncias psicotrópicas decorreu entre 4 a 10 de maio e foram fiscalizados 35.249 condutores.

287 crimes por condução sob efeito de álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR) registou 287 crimes por condução em estado de embriaguez, com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l no âmbito da operação “RoadPol - Alcohol and Drugs”.

A operação de fiscalização intensiva à condução sob o efeito do álcool e substâncias psicotrópicas decorreu entre 4 a 10 de maio e foram fiscalizados 35.249 condutores.

A GNR instaurou igualmente 578 autos de contraordenação por condução sob influência de álcool, com uma taxa de álcool no sangue inferior a 1,2 g/l.

A GNR detetou também 124 condutores sem habilitação legal.

Relativamente às substâncias psicotrópicas, a GNR adianta que foram testados 111 condutores e que foram detetados dois casos positivos, os quais se encontram a aguardar confirmação laboratorial.

No decorrer desta operação foi registado um total de 10.672 autos de contraordenação nas estradas portuguesas, destacando-se 2.744 por excesso de velocidade, 770 por falta de inspeção periódica obrigatória, 477 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção por crianças e 341 por uso indevido do telemóvel.

Os comentários estão desactivados.