Internacional

Rússia expulsa 34 diplomatas franceses

Políticos têm duas semanas para abandonar o território russo.


A Rússia anunciou esta quarta-feira que vai expulsar 34 diplomatas franceses, em represália à expulsão de 35 diplomatas russos de França, em abril. Os políticos têm duas semanas para abandonar o território. 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros francês já reagiu, condenando “veementemente” esta decisão. "O trabalho destes diplomatas e dos funcionários da nossa Embaixada na Rússia, cuja coragem e grande profissionalismo a França saúda, está totalmente de acordo com a Convenção de Viena sobre relações diplomáticas e consulares. A decisão das autoridades russas não tem base legítima. Só podemos deplorá-la", lê-se num comunicado. 

Sublinhe-se que o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia convocou hoje os embaixadores de Espanha e Itália em Moscovo, um dia após a Rússia também ter decidido expulsar dois diplomatas finlandeses, como forma de retaliação pela medida idêntica de dois membros da embaixada russa em Helsínquia. 

Os comentários estão desactivados.