Sociedade

Tribunal ordena internamento de homem que tentou matar o irmão

Agressor sofre de esquizofrenia. 


Um homem de 51 anos foi esta quinta-feira condenado prlo Tribunal de Coimbra a internamento num estabelecimento de saúde por ter tentatdo matar o irmão com recurso a uma faca, em agosto de 2021. 

De acordo com o tribunal, o arguido, diagnosticado com esquizofrenia e declarado inimputável, foi condenado a um mínimo de três e a um máximo de 16 anos de internamento, que pode ser prolongado caso a doença se mantenha, uma vez que se mantém o perigo de "continuar a praticar atos semelhantes".

O homem residia em casa da mãe, em Coimbra, onde o irmão pernoitava duas vezes por semana para prestar assistência à progenitora.

Na acusação do Ministério Público, que a agência Lusa teve acesso, lê-se que, pelas 7h45 de 24 de agosto de 2021, o arguido, "sem que nada o fizesse prever", ter-se-à dirigido ao quarto onde se encontrava o irmão a dormir e desferiu-lhe vários golpes com uma faca da cozinha, na região jugular direita, na omoplata, no ombro, no sobrolho e na mão direita.

Na sequência dos gritos da vítima, a mãe deslocou-se ao quarto e impediu que o irmão prosseguisse com as agressões. Segundo a acusação, o agressor acreditava que o irmão teria "atentado contra a vida de uma sua ex-namorada, de há mais de 20 anos, nutrindo por ele sentimentos de ódio e de vingança".

O Ministério Público informa ainda que o arguido tem sintomas psicóticos, como delírios de temática paranóide e alucinações auditivo-verbais.

Os comentários estão desactivados.