Sociedade

Casal condenado a penas superiores a cinco anos por crimes de furto

Os arguidos vão cumprir pena numa comunidade terapêutica, com vigilância eletrónica, para tratamento da toxicodependência. 


Um homem, de 28 anos, e a namorada, de 27, foram esta quinta-feira condenados pelo Tribunal de Braga a penas de cinco anos e oito meses de prisão e de cinco anos e três meses de prisão, respetivamente, pela prática de crimes de furto qualificado naquele concelho, em maio do ano passado. 

Além da condenação por cinco furtos qualificados, o casal foi ainda condenado por um crime de violência depois de subtração e um crime de burla informática. Os alvos foram uma rulote de kebabs, uma pastelaria e três veículos que se encontravam parados na via pública. 

Num dos crimes, os arguidos agrediram o dono do veículo, tendo-lhe roubado o cartão de crédico e com ele adquirido combustível e cinco maços de tabaco. 

Os arguidos são toxicodependentes e o homem confessou que cometeu os furtos para alimentar o vício da droga. 

Por outro lado, a mulher negou qualquer ligação com os factos. 

Os arguidos vão cumprir pena numa comunidade terapêutica, com vigilância eletrónica, para tratamento da dependência. 

No mesmo processo, é ainda arguido outro homem que foi condenado a uma pena suspensa de dois anos e quatro meses de prisão, pela autorida de um furto qualificado. 

 

Os comentários estão desactivados.