Internacional

Cliente reclama do preço do café e estabelecimento italiano acaba multado em mil euros

O homem protestou pelo o preço não estar afixado no menu atrás do balcão. Francesco Sanapo, proprietário da Ditta Artigianale, argumentou, através das redes sociais, que o valor do café estava num menu digital.

Cliente reclama do preço do café e estabelecimento italiano acaba multado em mil euros

Ditta Artigianale, um café em Florença, em Itália, vencedor de vários concursos, foi na quinta-feira multado num valor de mil euros após um cliente ter apresentado queixa às autoridades pelo preço exagerado cobrado por um café expresso, tendo pago dois euros por um descafenado. 

O homem protestou por o preço não estar afixado no menu atrás do balcão. Francesco Sanapo, proprietário da Ditta Artigianale, argumentou, através das redes sociais, que o valor do café estava num menu digital. "Uma pessoa fica chateada por pagar dois euros por um descafeinado (processo de extração de água) de uma plantação mexicana preparado com muito profissionalismo pelos meus bartenders", disse. 

O cliente, afirma ainda, "mobiliza uma patrulha da polícia minucipal" que é "forçada a intervir e acaba por encontrar (justamente de acordo com uma lei ultrapassada) em erro, pois não exibimos o preço do descafeinado no menu atrás do balcão (no entanto está no código QR do menu)?", questiona o patrão do café. 

E remata: "Acredito que essa lei tem muito de absurdo e deveria ser alterada, senão 99,9% dos bares e restaurantes seriam facilmente multados".

 

 

Os comentários estão desactivados.