Internacional

Encontrados 14 corpos numa praia no Myanmar

Vítimas pertenciam à comunidade Rohingya.


Foram encontrados numa praia em Myanmar os corpos de 14 pessoas, adiantou esta segunda-feira o tenente-coronel Tun Shwe, porta-voz da polícia do distrito de Pathein, cerca de 200 quilómetros a oeste de Rangum, à agência de notícias France-Press (AFP). 

Um socorrista identificou as pessoas como sendo membros de uma minoria Rohingya que tentava sair do país atravessando o mar: "Catorze corpos foram encontrados e 35 pessoas, incluindo os proprietários da embarcação, foram resgatadas", disse o responsável.

Uma socorrista da Organização de Salvamentos de Myanmar, que pediu anonimato, adiantou que foram encontrados oito corpos no domingo, todos eles Rohingya, que tentavam viajar para a Malásia. O mesmo, ativista desta minoria muçulmana, esclareceu que, das 14 vítimas, 12 são mulher e dois são rapazes. 

Já fugiram do Myanmar centenas de milhares de Rohingya, membros de uma comunidade que emigrou para aquele país e que, desde 2018, têm sido alvo de repressão por parte dos militares, que levam a cabo violações e massacres, afirmam os refugiados. 

Naquele país, os Rohingya são considerados, em grande parte, estrangeiros que chegaram do Bangladesh e a que é negada cidadania, direitos e acesso aos serviços.

Todos os anos esta comunidade realiza perigosas travessias marítimas que duram meses, sendo a Malásia geralmente um dos seus destinos preferidos.

 

Os comentários estão desactivados.