Vida

O que disse Kate Moss sobre Johnny Depp em tribunal?

Pouco mais do que cinco minutos bastaram para a ex-namorada de Depp ‘arrasar’ as alegações de Heard sobre o passado já violento do ator.

O que disse Kate Moss sobre Johnny Depp em tribunal?

O depoimento, na quarta-feira, de Kate Moss, manequim britânica e ex-namorada de Johnny Depp, foi um dos momentos mais marcantes do processo judicial entre o ator e Amber Heard, que já vai na sétima semana.

Kate Moss que inicialmente não iria testemunhar, mas que acabou por ser chamada depois de Amber Heard a mencionar num seu depoimento, era uma das presenças mais aguardadas.

Através de videochamada, a manequim, que namorou com Depp entre entre 1994 e 1998, negou que o ator a tivesse empurrado das escadas num hotel onde estavam a passar férias na Jamaica, como Amber Heard tinha alegado no tribunal.

"Estávamos a sair do quarto e o Johnny saiu primeiro do que eu. Tinha havido uma tempestade e, assim que deixei o quarto, escorreguei nas escadas e magoei-me nas costas. Gritei porque não percebia bem o que tinha acontecido e porque estava com dores. Ele veio a correr para me ajudar, levou-me ao colo para o quarto e procurou ajuda médica", contou Kate Moss, durante o depoimento que não durou mais do que cinco minutos.

Um dos advogados do ator ainda insistiu: "O senhor Depp alguma vez a empurrou das escadas?". ao que a manequim respondeu de forma clara: "Não".

"Ele nunca me empurrou, deu pontapés ou atirou de quaisquer escadas", acrescentou. Já a equipa de defesa de Amber Heard não quis fazer mais perguntas a Kate Moss.

Recorde-se que o julgamento que opõe Depp e Heard num processo de difamação, em que o primeiro exige 46 milhões e a segunda 93 milhões, começou a 11 de abril. Cada um acusa o outro de vários atos de violência, física, verbal e até sexual.

Os comentários estão desactivados.