Internacional

Turquia pede medidas mais concretas para poder aceitar Suécia e Finlândia na NATO

A NATO irá abordar as candidaturas dos dois países nórdicos em junho.


Mevlut Cavusoglu, ministro dos Negócios Estrangeiros turco, pediu esta sexta-feira à Suécia e à Finlândia para que tomem medidas mais exatas de modo a que o voto ta Turquia mude, em sequência do pedido de adesão daqueles dois países à Nato. 

"Espero que a Finlândia e a Suécia compreendam as nossas mensagens", disse Cavusoglu, em conferência de imprensa, depois das conversações com os seus homólogos polaco,  Zbigniew Rau, e romeno, Bogdan Aurescu, segundo dizem as agências AP e Europa Press. 

Recorde-se que a Suécia e a Finlândia decidiram apresentar uma candidatura à NATO, em 18 de maio, acabando assim com a sua conhecida e histórica política de neutralidade, um pedido que tem de ser aprovado por todos os membros da Aliança. 

A NATO irá abordar as candidaturas dos dois países nórdicos e o novo Conceito Estratégico na cimeira de Madrid, em junho

 

Os comentários estão desactivados.