Politica

Bloco quer suspensão imediata das obras da linha Circular do Metro de Lisboa

Os bloquistas acusam o projeto de estar “assente numa visão desajustada das necessidades de mobilidade da área metropolitana de Lisboa”.


A bancada parlamentar do Bloco de Esquerda deu hoje entrada na Assembleia da República de um projeto de resolução que prevê a suspensão imediata das obras da linha Circular do Metro de Lisboa. Os bloquistas acusam o projeto de estar “assente numa visão desajustada das necessidades de mobilidade da área metropolitana de Lisboa”, conforme se lê no documento.

"O projeto de prolongamento da rede de metro no centro da cidade de Lisboa, ligando o Rato ao Cais do Sodré numa linha circular, está assente numa visão desajustada das necessidades de mobilidade da área metropolitana de Lisboa", argumenta o Bloco, recordando que "isto mesmo assumiu a Assembleia da República quando aprovou, sem votos contra, o Projeto de Resolução n.º 2124/XIII (à semelhança de mais projetos com o mesmo objetivo)". "Na verdade, a Resolução da Assembleia da República 167/2019 acabou por nunca ser cumprida mas, mais grave do que isso, foi reiteradamente desrespeitada pelo Governo", acusa ainda.

E mais: os bloquistas recordam que, para além da aprovação desta Resolução, "o Orçamento do Estado de 2020 incluiu uma norma que suspendia a linha circular". "Apesar disso, o governo decidiu avançar, com o respaldo do Presidente da República que, na altura, justificou com o facto de ser apenas uma “recomendação”, permitindo ao Governo avançar com "um projeto que havia sido rejeitado em sede de Orçamento do Estado", continua o partido coordenado por Catarina Martins.

Com este 'pano de fundo', e argumentando que "o valor total desta obra já ascendeu em muito os 230 milhões, o que não é compreensível considerando a necessidade de olhar para a zona de Loures, a zona ocidental da cidade de Lisboa e a garantia de que as populações de Odivelas não ficam prejudicadas", o Bloco de Esquerda pede a suspensão imediata das obras do projeto da linha circular no Metropolitano de Lisboa.

Os comentários estão desactivados.