Desporto

Sportinguista Gonzalo Plata poderá enfrentar seis meses de prisão devido a acidente rodoviário em Espanha

O jogador de 21 anos ainda poderá ficar quatro anos sem conduzir. O acidente ocorreu no passado dezembro. 


O futebolista equatoriano de 21 anos Gonzalo Plata, emprestado pelo Sporting ao clube espanhol Valladolid, poderá passar seis meses na prisão e ficar quatro anos sem conduzir devido ao acidente rodoviário que ocorreu em dezembro passado.

De acordo com o jornal diário espanhol El Norte de Castilla, o Ministério Público de Valladolid propôs estas duas penas por condução perigosa e também uma indemnização pelas lesões e danos causados, cujo valor é desconhecido.

O extremo leonino, na madrugada do dia 8 de dezembro, chocou contra um táxi no centro da cidade, tendo o motorista de ser desencarcerado do veículo, mas sem grandes ferimentos, tal como a passageira do táxi. O impacto de uma das viaturas foi capaz de destruir a montra de uma ótica.  

Segundo apuraram as primeiras investigações, o atleta terá passado um semáforo vermelho, em excesso de velocidade e ainda com o dobro da taxa de alcoolemia máxima legalmente permitida naquele país, que, por sua vez, é igual a de Portugal.

No dia do acidente, Gonzalo Plata, que estava acompanhado pelo também futebolista e compatriota Vicente Morán, mostrou-se arrependido e pediu desculpa pelo sucedido, numa conferência de imprensa.

No entanto, nas suas declarações, o jogador de 21 anos acusou o motorista do táxi de ter passado o semáforo vermelho, admitindo que “ia um pouco depressa” e por isso não foi a tempo de evitar o choque.

Os comentários estão desactivados.