Economia

Gás. Preço sobe 3,3% em julho e 3,9% em outubro

ERSE afirma ainda "que a decisão do regulador surge num contexto de forte incerteza, marcada pela escassez de oferta face à procura de matérias primas e energia devido à situação pandémica de covid-19 e à guerra na Ucrânia".

Gás. Preço sobe 3,3% em julho e 3,9% em outubro

 As tarifas do gás natural no mercado regulado vão subir 2 euros por megawatt-hora a partir de 1 de julho. Os valores foram anunciados pela ERSE e diz ainda que “tendo presente as atualizações da tarifa de Energia ao longo de 2022, os consumidores em mercado regulado irão observar em outubro de 2022 um aumento médio de 3,9% face ao mês anterior”. 

A entidade afirma ainda "que a decisão do regulador surge num contexto de forte incerteza, marcada pela escassez de oferta face à procura de matérias primas e energia devido à situação pandémica de covid-19 e à guerra na Ucrânia. Esta conjuntura agravou a subida dos preços da energia nos mercados grossistas, aumentando os receios de um cenário de menor crescimento económico e de maior inflação, que afeta de forma significativa os consumos e preços de gás. O facto de o aprovisionamento de energia para o mercado regulado ser assegurado através dos contratos de longo prazo, em regime de take or pay com a Nigéria, mitiga o impacto no preço de venda a clientes finais do mercado regulado".

Os comentários estão desactivados.