Vinagrete 22.06.02

Putin sempre a atirar ao lado

Primeiro, é a falta de jeito deste gigante militar para ganhar rapidamente uma guerra a um minorca (comparado com ele), sem afectar alvos civis (pessoas e casas). Depois foi a forma como abriu a porta ao alargamento da NATO para as fronteiras da Rússia. E mais tudo o resto para que vai arranjar outros culpados, quando o principal responsável é ele próprio.

Putin sempre a atirar ao lado

Putin tem estado sempre sem acertar em nada, e a atirar muito ao lado.

Primeiro, é a falta de jeito deste gigante militar para ganhar rapidamente uma guerra a um minorca (comparado com ele), sem afectar alvos civis (pessoas e casas). Depois foi a forma como abriu a porta ao alargamento da NATO para as fronteiras da Rússia. E mais tudo o resto para que vai arranjar outros culpados, quando o principal responsável é ele próprio.

            Mas talvez os seus apoiantes continuem firmes, sobretudo os mais escanzelados que não querem ver a sua (de Putin) riqueza pessoal e a dos seus amigos, preferindo continuar a proporcionar a situação. Parece que se trata de um povo destinado a ser sempre escravizado, e com boa cara. É a tal ‘alma russa’, de que falava um livro de Conrad, recentemente lançado pelo diário Público.

            De resto, adorávamos, a Opinião Pública ocidental, que a Rússia se deixasse de ameaças de estender a guerra, e a estendesse mesmo. Ficariam assim mais óbvios os seus apoios internacionais, e tornava-se mais imprescindível a saída da Putin. De resto, e a propoe Kisinger, convém dizertugal (e a sua descolonizaça estendesse mesmo. Ficariam assim mais ósito  de Kissinger, convém dizer que lá por ele ter acertado na questão do Iraque, não se devem esquecer os seus inúmeros erros, nomeadamente sobre Portugal (e a sua descolonização).

Os comentários estão desactivados.