Sociedade

Combate à poluição hospitalar escondida

Se a saúde fosse um país seria o quinto poluidor mundial. Em Portugal, estima-se que os cuidados de saúde representem 4,8% das emissões de gases com efeitos de estufa. Leia o dossier especial sobre a poluição hospitalar e o que está a ser feito para a travar.


Em Portugal, cuidados de saúde representam 4,8% das emissões com efeitos de estufa. Camas hospitalares produzem cinco a seis quilos de lixo por dia. Reprocessamento de dispositivos médicos está parado e podia poupar 60 milhões de euros no SNS.

“Temos uma lei da pré-história”, diz cirurgião João Queiroz e Melo, pioneiro dos transplantes do coração, hoje dedicado à causa ambiental. “Acredito que isto será mais importante do que ter feito o primeiro transplante de coração”. São João aposta em blocos operatórios verdes. Só neste hospital gases anestésicos equivalem a 612 voltas ao mundo de carro por ano.

Saiba mais através dos artigos:

A pegada ambiental da saúde custa ao ambiente e aos cofres públicos

João Queiroz e Melo. "Acredito que isto será mais importante do que ter feito o primeiro transplante de coração"

Passo a passo, os blocos operatórios do São João estão a ficar mais verdes

 

Os comentários estão desactivados.