Economia

Águas de Portugal afasta aumentos de preços em 2022

A situação de seca no verão não deverá obrigar a intervenções excecionais nas infraestruturas e por isso a empresa está a trabalhar em medidas estruturais, sobretudo no Alentejo

Águas de Portugal afasta aumentos de preços em 2022

Apesar da situação de seca e da inflação, este ano o preço da água não vai aumentar. A garantia é dada pela Águas de Portugal, afirmando que está a fazer “uma gestão da trajetória tarifária de forma que seja comportável”, não estando, por isso, previstos aumentos ao consumidor final. “Existe uma grande determinação sobre o impacto nos orçamentos”. 

O presidente do Conselho de Administração da Águas de Portugal diz que o abastecimento de água para consumo humano tem primazia e está garantido, mesmo no período de seca que se avizinha. José Furtado refere que apesar do aumento da escassez e da inflação este cada vez mais precioso liquido, este ano, o preço da água não vai aumentar, revelou em entrevista à Antena 1 e ao Negócios .

De acordo com o responsável, a situação de seca no verão não deverá obrigar a intervenções excecionais nas infraestruturas e por isso a empresa está a trabalhar em medidas estruturais, sobretudo no Alentejo, com a interligação ao Alqueva e no Algarve, com o plano de eficiência hídrica. De resto, adianta que o abastecimento de água para consumo humano terá sempre primazia e está assegurado

Os comentários estão desactivados.